Mensagens Falsas no WhatsApp causam matança

O problema é sério, relatos de perseguição, agressões e até mesmo linchamentos já não são exceções.

Em Araruama, RJ um casal quase foi linchado após boato de sequestro se espalhar no whatszap, carro das vítimas foi incendiado, vítimas foram salvas graças a chegada da guarda municipal.

Fabiane Maria de Jesus, 33 anos, moradora do Guarujá, litoral paulista, foi espancada até a morte depois de boatos em uma rede social apontar que havia uma sequestradora de crianças na cidade.

Moradores chegaram a afirmar que ela “estava pegando crianças” e “tentou comprar uma criança com uma banana”. Outra disse que não estava deixando os filhos ir ao colégio por causa dos sequestros.

Após o ocorrido foi verificado que não existia registro policial de sequestro na cidade, as imagens que circulavam era um retrato falado, e uma foto de uma mulher que pertencia a uma pagina de humor chamada “Jaciara Macumbeira” já o retrato falado era de um caso ocorrido em 2012 ocorrido no Rio de janeiro.

Onda de violência repentina

Já na índia ouve uma onda agressiva de mortes geradas pelo compartilhamentos de boatos falsos via Whatszap . Quase meia dúzia de pessoas foram mortas em incidentes separados depois de serem falsamente acusadas de rapto de crianças.

O Ministério de Tecnologia da Índia disse em comunicado “Mensagens irresponsáveis ​​e explosivas cheias de rumores e provocações estão sendo divulgadas no WhatsApp”,

O perigo é real

Esses são apenas alguns casos entre milhares pelo mundo, o analfabetismo digital esta criando grandes perigos para a sociedade atual, tau como o analfabetismo politico, distancia as pessoas da realidade e as guia por caminhos errados e manipulados em prol de interesses de terceiros.

Nitidamente mais frequente no terceiro mundo, a falta de capacidade do publico em identificar verdades e mentiras se tornou uma ferramenta poderosa nas mãos de manipuladores sadigos e sem escrúpulos

Whatszap

Em comunicado, a empresa disse estar trabalhando em ferramentas para broquear a propagação de boatos e informações falsas.

Tivemos trabalho escrevendo isso, você seria um BOM AMIGO compartilhando! ;)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *